quinta-feira, 21 de abril de 2016

Trecho do metrô de Salvador terá edital lançado semana que vem

19/04/2016 – Correio da Bahia

O governador Rui Costa informou nesta terça-feira (19) que será publicado no Diário Oficial do Estado na próxima semana o edital para escolha da empresa que irá construir o tramo 3 da linha 1 do metrô de Salvador. O trecho custará R$ 1,25 bilhão, dos quais RR$ 330 milhões fazem parte do contrato de operação com a concessionária CCR, R$ 120 milhões são contrapartida do governo e o restante – R$ 800 milhões – entram como financiamento pelo PAC Mobilidade, através da Caixa Econômica Federal.

O contrato de financiamento com a Caixa já foi assinado. O anúncio foi feito durante a assinatura da ordem de serviço para requalificação de 40 ruas do Centro da cidade, em frente ao Teatro Iceia, no Barbalho. Esta nova etapa prevê a construção de um trecho de 5,6 quilômetros, que vai ligar Pirajá a Águas Claras.

Serão duas estações: uma em Campinas de Pirajá e a segunda em Águas Claras, que irá se integrar à futura estação metro-rodoviária, por onde circularão, além do metrô, o BRT e os ônibus municipais e intermunicipais. O trecho já conta com licença ambiental prévia, concedida pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

“Num primeiro momento, assim que tivermos toda a documentação, vamos lançar o edital do RDC, que é o Regime Diferenciado de Concessão, um modelo mais rápido, que é um leilão, onde o vencedor vai ser obrigado a fazer o projeto básico, o executivo e as obras. Deve levar uns 60 a 90 dias no máximo e aí você assina o contrato e a empresa tem de quatro a seis meses para começar as obras. É possível que até o final do ano já podemos ter iniciado as obras, depende da aprovação do projeto”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano do estado, Carlos Martins.

A própria CCR, que já toca as obras dos demais trechos do metrô de Salvador, poderá entrar na disputa para executar as obras do trecho. Ainda não há uma previsão de quando as obras deverão ser concluídas, mas o secretário informou, anteriormente, que a partir de julho, o metrô terá condições de iniciar a operação na Linha 2, entre as duas primeiras estações do trecho. As obras da Linha 2 têm 24% de avanço físico e das 12 estações previstas até o Aeroporto, 10 já estão construção.

Quando ficar pronta, até o final de 2017, a Linha 2 vai permitir que o trajeto de 23 km entre o Acesso Norte e o município de Lauro de Freitas seja percorrido em 27 minutos, passando pelas 13 estações que compõem o trecho. Destas, seis terão integração com os terminais de ônibus: Acesso Norte (já em operação), Rodoviária, Pituaçu, Mussurunga, Aeroporto e Lauro de Freitas. A previsão é que, após concluído, o metrô transporte 500 mil passageiros por dia.

Ainda de acordo com o secretário Carlos Martins, a estação metro-rodoviária, que será construída em Águas Claras, contará com um shopping ou um centro de compras, cujo projeto será tocado pela Secretaria de Infraestrutura do estado (Seinfra).


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Com 24% de obras, linha 2 do metrô de Salvador inicia operação em julho

13/04/2016 - A Tarde

O secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins, vistoriou nesta quarta-feira, 13, as obras da Linha 2 do Metrô de Salvador. Ao lado do presidente da CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o sistema metroviário, Luis Valença, Martins gostou do que viu e afirmou que as obras seguem ocorrendo dentro do cronograma. Segundo ele, a Linha 2 terá condições de iniciar operação a partir de julho, entre as duas primeiras estações do trecho: do Acesso Norte ao Detran.

As intervenções da Linha 2 estão em 24% de avanço físico. Das 12 estações, 10 já estão sendo construídas. Quando ficar pronta, até o final de 2017, a Linha 2 vai permitir que o trajeto de 23 quilômetros, entre o Acesso Norte e o município de Lauro de Freitas, seja percorrido em 27 minutos, passando pelas 13 estações que compõem o trecho.

Deste segundo percurso, seis estações terão integração com os terminais de ônibus: Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu, Mussurunga, Aeroporto e Lauro de Freitas.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Obras da Linha 2 do metrô têm início na região do Aeroporto

09/04/2016  - Tribuna da Bahia

Quem passa pela Avenida Paralela já pode ver a movimentação dos trabalhadores e a montagem dos tapumes para o início das obras da Linha 2 do metrô na altura do Aeroporto Internacional de Salvador. As obras seguem em ritmo acelerado e vão garantir a ligação entre a Estação Acesso Norte, na capital baiana, e o município de Lauro de Freitas.

Três estações da Linha 2 estão com a construção avançada. A Estação do Detran tem 48% da obra concluída, Imbuí está com 35% e CAB tem 25%. A previsão é que o trecho entre o Acesso Norte e a Rodoviária esteja concluído até setembro deste ano. Outro trecho, Imbuí-Mussurunga, terá todas as estações prontas até o fim de 2016. Já a Estação Aeroporto deve ser entregue em abril de 2017.

Salvador conta com a operação de parte da Linha 1, que teve o projeto original inaugurado em 2014 e hoje possui 12 quilômetros de extensão e oito estações: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá.

quinta-feira, 24 de março de 2016

CCR Metrô Bahia faz testes nos novos trens


23/03/2016 – CCR Metrô Bahia

CCR Metrô Bahia faz testes nos novos trens

A CCR Metrô Bahia informa que hoje (23), os torcedores do Bahia poderão contar com o metrô para ir à Arena Fonte Nova mas, excepcionalmente, não haverá operação especial após o término da partida. Todas as estações do metrô (de Lapa a Pirajá) irão funcionar até as 22h. Após esse horário, haverá a execução de testes dos novos trens e obras de expansão para o início da operação da Linha2. No domingo (27/3), dia de jogo na Fonte Nova, o metrô não irá funcionar também pelo mesmo motivo.

Na quinta-feira (24/3), o horário de funcionamento do metrô será normal, das 5h30 às 22h. Na sexta-feira (25/3), devido ao feriado, as estações não abrem. No sábado, o horário será normal, das 5h30 às 14h30.

Funcionamento do metrô na Semana Santa:

23/3 e 24/3 – das 5h30 às 22h

25/3 – Fechado

26/3 – das 5h30 às 14h30

27/3 – Fechado



quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Nova Estação Pirajá será entregue nesta quinta (04/02/2016)


03/02/2016 – Bahia Recôncavo – Salvador/BA

As obras no novo terminal de ônibus em Pirajá já foram concluídas e a estação será entregue à população nesta quinta-feira (4), quando o governador Rui Costa fará uma vistoria final. De acordo com ele, o equipamento já pode ser usado no Carnaval. “Nós teremos um terminal moderno completamente integrado à Estação do MetrĔ.

O sistema do metrô da Estação Pirajá ainda não entrou em operação comercial e o trecho até Bom Juá não está sendo cobrado. Porém, os usuários que seguirem viagem de metrô no sentido Lapa precisam comprar o bilhete, que custa R$ 3,30. Esta é a última estação da Linha 1 do metrô.

A partir desta quarta-feira (3), passam a valer as mudanças dos pontos provisórios para as paradas definitivas. Confira abaixo a tabela com as mudanças dos pontos.

Metrô no Carnaval
A partir de amanhã, todas as estações da Linha 1 do metrô, de Lapa a Pirajá, abrirão das 5h30 à meia-noite. A CCR Metrô Bahia definiu um esquema especial de funcionamento para facilitar o deslocamento dos foliões.

A ampliação do horário prossegue de sexta-feira até terça-feira de Carnaval, das 5h à meia-noite, e na Quarta-Feira de Cinzas, das 5h às 22h.

Quem vai para o circuito Osmar (Campo Grande) poderá desembarcar na Estação Lapa, a 450 m da Av. Sete. Já a Estação Campo da Pólvora facilitará o acesso ao circuito Batatinha (Pelourinho) e ao Campo Grande.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Metrô e VLT serão integrados por túnel entre Igreja da Conceição e Museu de Arte Sacra

  20/01/2016 – Bahia Notícias

A prometida integração entre o veículo leve sobre trilhos (VLT) e o metrô de Salvador será feita por um túnel subterrâneo que liga a cidade baixa à estação da Lapa. Em entrevista ao Bahia Notícias, o chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Bruno Dauster, explicou como a operação será realizada. “Imagine um ponto qualquer na encosta entre a Igreja da Conceição da Praia e o Convento do Museu de Arte Sacra. Pegue um ponto qualquer e siga em linha reta. Você vai passar pelo final da Av. J. J. Seabra, onde tem a Barroquinha, e vai chegar à estação da Lapa”, detalhou Dauster. Em resumo: um túnel subterrâneo seguirá em linha reta ascendente, com inclinação de 2%, passará pelo prédio do Sulacap, onde terá um acesso para a estação da Barroquinha. De lá, o túnel continua seguindo até chegar ao nível abaixo do subsolo da Estação da Lapa. O túnel será ligado às estações por escadas rolantes. Ainda em entrevista, Dauster acrescentou que os corredores flutuantes que ligam a orla atlântica até a orla da baía vão se articular com o VLT do Lobato, com o metrô em Pirajá e em Pituaçu. O VLT em Paripe será articulado à estação do metrô de Águas Claras e do Bairro da Paz. O edital do VLT será lançado em até 120 dias.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Metrô de Salvador transporta 20 mil pessoas por dia

17/01/2016 -  A Tarde

Por Luan Santos

O vigilante Jaílson Barreto, de 32 anos, mora em Cajazeiras e trabalha no Centro de Salvador. Até dezembro, ele pegava um ônibus para a estação Bom Juá do metrô, de onde seguia até a Lapa. Após a cobrança do sistema metroviário, desde o último dia 2, ele faz todo o trajeto  de ônibus.

"Teria que pagar duas passagens, porque as linhas de Cajazeiras ainda não estão integradas. Demora, mas é mais barato", conta ele.

Joa Souza l Ag. A TARDE

Casos como este, aliados a outros fatores apontados pela CCR Metrô Bahia, que administra o sistema, resultaram em queda no número de usuários em cerca de 30% neste mês, até a última quinta-feira, em comparação ao mesmo período de 2014.

Inicialmente, a integração entre os sistemas conta com dez linhas de ônibus urbanos e sete metropolitanos. A tarifa é R$ 3,30, a mesma dos ônibus urbanos.

Entre  2 e 14 deste mês, foram transportadas cerca de 170 mil pessoas, segundo a empresa. A CCR considera este período do ano atípico devido às férias, o que ainda fez cair a média diária de usuários do metrô.

O sistema fechou dezembro de 2014 com 55 mil passageiros por dia, média reduzida para 20 mil neste mês. A CCR pondera que, em dezembro, o fluxo foi mais alto devido às compras natalinas, que atraíram  consumidores ao Centro.

Outubro de 2014, por exemplo, teve média de 45 mil pessoas por dia (18% menor em relação a dezembro). Além disso, em janeiro, o sistema já costuma apresentar volume menor de passageiros. No ano passado, a média diária neste mês foi em torno de 25 mil pessoas.

A redução já era prevista. Em entrevista ao A TARDE, no último dia 2, quando a cobrança começou, o presidente da CCR, Luis Valença, explicou que a previsão se dava por conta da mudança na rotina das pessoas, antes acostumadas  à gratuidade.

Integração

Se para Jaílson Barreto a cobrança trouxe limitações, para a promotora de vendas Nilzete Fonseca, 42, não houve mudanças: "Pego o metrô em Brotas e, na Lapa, um ônibus para o Chame-Chame, pagando  uma passagem, como  antes. Mudou foi quando o metrô funcionou, porque agora chego mais rápido ao trabalho", diz.

Já a vendedora Daniela Lima ainda tem limitações. Para chegar ao trabalho, ela pega um ônibus em Sete de Abril e segue para a estação de Bom Juá do metrô, sem usar a integração. De lá, vai até a Lapa, onde pega um ônibus para a Barra, usando a integração: "Tenho que pagar o primeiro ônibus, pois a linha não está integrada".

A empresa em que Daniela trabalha só fornece o cartão vale-transporte para o ônibus. "Para usar a integração, tenho que tirar do meu bolso. Espero que o bilhete único chegue logo", diz.

Por enquanto, três terminais do metrô fazem a integração com ônibus: Bom Juá, Acesso Norte e Lapa. A discussão da ampliação está com a Comissão de Mobilidade, formada por integrantes do governo estadual, prefeitura, empresas de ônibus urbanos e metropolitanos, além da CCR.

O prazo  para debates é até abril, quando a estação Pirajá do metrô entra em operação comercial. O governador Rui Costa e o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, já afirmaram que a integração  será gradual.