segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Primeira integração com o Metrô de Salvador vai acontecer no Carnaval

09/02/2015 - A Tarde - Salvador

As negociações entre a Prefeitura de Salvador, o Governo do Estado e a concessionária CCR Metrô Bahia para a liberação da operação comercial do sistema metroviário da capital baiana avançaram mais um pouco na última semana.

O primeiro passo para um acordo entre as partes foi dado. A primeira integração entre os ônibus urbanos da cidade e o modal sobre trilhos acontecerá no Carnaval, na Estação do Retiro, conforme A TARDE publicou na edição deste domingo, 8.

O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, avalia que um acordo "está próximo", apesar de evitar falar em prazos.

"Tivemos uma boa reunião ontem (quinta-feira) ente a Casa Civil do governo e a da prefeitura, eu estive junto, e nos próximos dias pode ter novidade", afirmou o gestor.

"A CCR prometeu que em junho a Estação Pirajá estará pronta e é natural que a integração saia junto com [a entrega de] Pirajá", disse.

Integração e BRT

A expectativa de um acordo, para Mota, tem a ver com a necessidade de construir, em Salvador, um sistema que integre todas as modalidades de transporte.

Para isso, o bilhete único será ampliado para três horas de duração, assim que as mudanças propostas no plano de otimização das linhas de ônibus forem colocadas em prática, em 2016.

Entre os modais a serem integrados, está também o BRT (Bus Rapid Transit) Iguatemi-Lapa, que vai custar cerca de R$ 1 bilhão.

Entre os recursos empenhados na obra, R$ 300 milhões sairão do PAC da Mobilidade, do governo federal. A liberação do dinheiro, entretanto, está empacada desde o ano passado.

"Estamos aguardando a autorização do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal, que precisam liberar o início da licitação", explica Mota.

O secretário garante que celeumas políticas entre os partidos do prefeito ACM Neto e da presidente Dilma não atrapalharão o repasse do dinheiro.

Contatada pela equipe de A TARDE na quarta-feira para comentar as negociações e outras questões referentes à obra, a CCR Metrô Bahia não enviou resposta até o fechamento dessa reportagem, na noite de sexta.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Até 2017 Salvador terá ligação do metrô Estação Pirajá-Aeroporto

06/02/2015 - Tribuna da Bahia

Até 2017, Salvador já terá a ligação do metrô Estação Pirajá – Aeroporto concluída. É o que assegura o governador do estado, Rui Costa, ao assinar a Ordem de Serviço para a construção da linha 2 do metrô. "É um projeto importantíssimo para a Bahia e para Salvador, que está feliz em ver o metrô funcionar. Hoje, iniciam as obras que vão levar o metrô até Lauro de Freitas, garantindo que Salvador terá até 2017, 41km de metrô" afirmou Costa. 

As intervenções iniciais acontecerão na região do Acesso Norte, na Rótula do Abacaxi, que vai ligar Salvador a Lauro de Freitas, com 20,7 km, e 12 novas estações (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e quatro Terminais de Integração (Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu e Aeroporto). 

Além disso, serão construídas dez novas passarelas (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, Pituaçu, Flamboyant, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e retiradas as atuais estruturas no Detran e Rodoviária. A previsão de conclusão da linha 2 é abril de 2017. "O início da construção da linha 2 do metrô concretiza um antigo sonho da população de Salvador. Em breve, a cidade contará com um meio de transporte moderno, econômico e de grande abrangência. Com essa obra, e com todas as outras de mobilidade urbana que realizadas pelo governo do estado, Salvador dá um grande salto para o futuro," garantiu o governador. 

A obra vai melhorar e ampliar os investimentos em mobilidade na capital baiana e terá um investimento total (Linha 1 + Linha 2) de R$ 3,6 bilhões, através de Contrato de Concessão (PPP), com a CCR Bahia. 

Serão 13 estações até Lauro de Freitas 

Do Acesso Norte a Lauro de Freitas, a linha 2 do metrô terá 23 km de extensão e 13 estações. São elas: Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga, Aeroporto e Lauro de Freitas. Serão cinco terminais de integração de passageiros entre o metrô e os ônibus; Terminal Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu, Mussurunga e Aeroporto. "A integração está sendo acompanhada pela casa civil do estado junto com a prefeitura. Houve uma reunião com os empresários do transporte público da região metropolitana onde eu pedi a aceleração dessa integração, até no máximo, junho, quando fica pronta a estação do metrô de Pirajá, para que os ônibus que vem da BR 324, utilizem essa nova ferramenta. 

Na Paralela, a mesma coisa, na medida que as estações avancem, os ônibus que vem da região metropolitana, vão utilizar os terminais prontos e o destino final será a estação de Mussurunga, onde será feita a integração também com os ônibus que vem do litoral," contou o chefe do executivo estadual. 
As estações da linha 2 serão totalmente acessíveis com rampas, elevadores, escadas rolantes e piso tátil. No projeto das estações ainda está previsto sanitários públicos masculino e feminino e para pessoas com deficiência. 

As próximas a serem concluídas, no primeiro semestre de 2014, são Bom Juá e Pirajá. Além disso, a construção da nova rodoviária deve iniciar ainda esse ano. "Bom juá, começa a funcionar em Março, e Pirajá no mês de junho. Águas Claras e Cajazeiras, as licitações saem ainda no primeiro semestre. Queremos soltar não só a licitação da construção da linha, mas também da nova estação rodoviária, que vai ficar na altura de cajazeiras. Ela não será somente uma estação de ônibus, será uma estação de metrô, BRT e ônibus metropolitano, intermunicipal e interestadual, será o maior ponto de aglomeração da população que se desloca para Salvador e dentro de Salvador. Além disso, nossa ideia é construir um grande centro comercial, na rodoviária, que possa gerar emprego para as pessoas que moram no miolo da cidade," explicou Costa. 

O trajeto da nova linha 

A nova linha terá inicio na estação do Acesso Norte e seguirá sob as alças da BR-324 e da Avenida Bonocô. A partir desse ponto, no sentido Salvador Shopping, o metrô seguira pelo canteiro central, pela marginal da Av. ACM, tanto na superfície quanto em nível elevado, chegando até o Detran. Partindo daí, ele seguirá em via elevada até chegar a Rodoviária. Após isso, o metrô segue em superfície passando sob os viadutos dos rodoviários e Nelson Dahia, até a estação Pernambués, que será localizada em frente ao Macro. 

Já na Paralela, o trem seguirá na superfície no canteiro central até a Estação Aeroporto. "Quando a Linha 2 do Metrô estiver concluída, no inicio de 2017, o percurso do Acesso Norte á Estação Lauro de Freitas será feito em 31 minutos, em qualquer horário do dia," afirmou o diretor-presidente da CCR Metrô Bahia, Luis Valença. 
Bicicletários 
Para promover o inicio da integração entre os transportes, o governo do estado inaugurou bicicletários construídos pela CCR, nas estações Retiro e Acesso Norte. Cada um tem a capacidade de guardar 108 bicicletas e estará aberto durante o período de funcionamento das estações de metrô. O uso é gratuito e exclusivo para usuários do metrô. "Eu dei uma sugestão para a CCR e para a Sedur (Secretária de Desenvolvimento Urbano), que busque uma empresa para fazer o patrocínio da instalação das bicicletas, como já acontece em toda a cidade. Com isso a pessoa não precisaria usar sua bicicleta e eventualmente quem quiser usar as bikes, ira tê-las disponíveis, basta fazer um cadastro prévio," finalizou o governador do estado, Rui Costa.

Fonte: Tribuna da Bahia
Publicada em:: 06/02/2015

Ordem de serviço da Linha 2 do metrô de Salvador é assinada

05/02/2015 - G1 BA

A ordem de serviço para a construção da Linha 2 do metrô de Salvador foi assinada na manhã desta quinta-freira (5), pelo governador Rui Costa. A nova linha ligará a Estação Acesso Norte ao aeroporto da capital baiana.

A obra terá um investimento total (Linha 1 + Linha 2) de R$ 3,6 bilhões, através de Contrato de Concessão (PPP), com a CCR Bahia.

A Linha 2 contará com 20,7 km de via permanente, 12 novas estações (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e quatro Terminais de Integração (Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu e Aeroporto).

Rui Costa comemorou a assinatura. "Juntando a Linha 1 e a Linha 2, teremos 41 km de trilhos funcionando", afirmou.

Além disso, serão construídas dez novas passarelas (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, Pituaçu, Flamboyant, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e retiradas as atuais estruturas no Detran e Rodoviária. A previsão de conclusão da linha 2 é abril de 2017.

Bicicletários

Antes de assinar a ordem de serviço, o governador  inaugurou, na Estação Retiro, o bicicletário que integra o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. Será entregue também a mesma estrutura na Estação do Acesso Norte. Com investimento de R$ 300 mil cada, os bicicletários possuem capacidade para armazenar até 108 bicicletas cada um, e a utilização será gratuita e exclusiva para os usuários do sistema.


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Governador Rui Costa autoriza construção da Linha 2 do metrô

04/02/2015 - Tribuna da Bahia

O governador Rui Costa inaugura nesta quinta-feira (5), às 9h, no bairro Retiro, o Bicicletário da Estação, que integra o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. Será entregue também a mesma estrutura na Estação do Acesso Norte. Com investimento de R$ 300 mil cada, os bicicletários possuem capacidade para armazenar até 108 bicicletas cada um e a utilização será gratuita e exclusiva para os usuários do sistema.

Ligação

Em seguida, na Estação do Acesso Norte, Rui Costa assina a ordem de serviço para a construção da Linha 2 do metrô, que ligará o Acesso Norte ao Aeroporto de Salvador. A obra que vai melhorar e ampliar os investimentos em mobilidade na capital baiana terá um investimento total de R$ 3,6 bilhões, através de Contrato de Concessão (PPP), com a CCR Bahia.


A Linha 2 contará com 20,7 km de via permanente, 12 novas estações (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e quatro Terminais de Integração (Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu e Aeroporto).


Além disso, serão construídas dez novas passarelas (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, Pituaçu, Flamboyant, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e retiradas as atuais estruturas no Detran e Rodoviária. A previsão de conclusão da linha 2 é abril de 2017.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Metrô de Salvador atinge marca de 3 milhões de passageiros

28/01/2015 - Correio 24 horas

O Metrô de Salvador realizou três milhões de passageiros na tarde desta quarta-feira (28). Em operação assistida desde junho de 2014, cerca de 26 mil passageiros utilizam diariamente os vagões entre as estações da Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Retiro, da Linha 1.

Segundo o governo, o número de passageiros cresceu 500% desde o início da operação no ano passado. A Lapa foi o trecho que mais circulou passageiros, com cerca de 1,1 milhão, seguido pela Estação de Brotas (558 mil usuários).

A estação do Bom Juá, que integra a Linha 2, deve ser entregue em março, já a de Pirajá, tem conclusão previsto para junho deste ano.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Governador anuncia novo HGE e obras da Linha 2 do metrô de Salvador

27/01/2015 - G1 Bahia

Em um encontro realizado na Governadoria, em Salvador, realizado nesta terça-feira (27), o governador Rui Costa anunciou a inauguração do novo Hospital Geral do Estado (HGE)  e a assinatura da ordem de serviço para início da construção da Linha 2 do metrô.

O governador afirmou na ocasião que a rede estadual de saúde está sendo fortalecida com a reforma e ampliação de vários hospitais.

"Nós estamos ampliando a rede, vagas na rede, reformando vários hospitais, vamos inaugurar nos próximos dias o novo HGE [Hospital Geral do Estado]. Eu estou com obra em ampliação no hospital de Jequié, o Prado Valadares. O Hospital de Base de Vitória da Conquista também está sendo ampliado, e nós vamos ampliar o hospital de Alagoinhas, o Dantas Bião, e portanto reestruturar a rede para que ela seja capaz de responder à demanda", disse.

Já com relação ao metrô, Rui anunciou que no dia 5 de fevereiro assina a ordem de serviço para início das obras de construção da Linha 2 do metrô, que vai ligar a estação do Acesso Norte até o aeroporto.

Além disso, o administrador estadual falou sobre as mudanças estruturais dentro dos departamentos de algumas secretarias, com a volta ao trabalho de origem de profissionais que migraram para funções administrativas.

"Por exemplo anestesistas, cardiologistas, obstetras, que foram trabalhar no planejamento, na vigilância sanitária, enquanto essas funções podem ser feitas por médicos sanitaristas ou especialistas sanitaristas", disse.

De acordo com Rui Costa, o mesmo procedimento será adotado em departamentos da Segurança Pública e da Educação.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Metrô de Salvador: Estação Bom Juá será aberta em março; Pirajá só em junho

13/01/2015 - Correio 24 Horas

Extensão havia sido prometida para este mês. Atualmente, cinco estações estão em funcionamento: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Retiro
 
Amanda Palma

Bom Juá será a sexta estação do metrô
Bom Juá será a sexta estação do metrô
créditos: Evandro Veiga
 
Em dois meses, a linha 1 do metrô vai crescer um pouco mais e chegará a 8,7 km com a inauguração da Estação Bom Juá. A previsão do novo trecho foi anunciada pelo governador Rui Costa (PT) durante visita às obras da estação, ontem pela manhã.
 
De acordo com o cronograma das obras, a Estação Bom Juá deveria ser entregue em janeiro, juntamente com a de Pirajá, que também foi adiada. Segundo o governador, a obra deve ser concluída ainda este mês, mas antes passará por testes e ajustes. Por isso, só estará disponível para a população em março.
 
Com a nova estação, a viagem da Lapa até Bom Juá será feita em 12 minutos. "A obra da estação propriamente dita está em fase de acabamento, precisa testar a parte elétrica, dos trens", disse o governador.
 
Hoje, o trecho entre a Lapa até o Retiro tem 7,3 km – 1,7 km a mais de quando o metrô foi inaugurado, em junho do ano passado.
 
Com a inauguração, cerca de 100 mil pessoas que moram nos bairros de Arraial do Retiro, Bom Juá, Fazenda Grande do Retiro e São Gonçalo do Retiro devem ser beneficiadas. Atualmente, cinco estações estão em funcionamento: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Retiro.
 
Rui Costa afirmou que o governo encomendou à CCR estudos para garantir acessibilidade dos moradores do entorno. "Nós vamos ter obras complementares, inclusive existe a possibilidade de colocar teleféricos em algumas estações para as pessoas que moram em morros próximos", disse.
 
O ponto de parada em Bom Juá já está 90% concluído, segundo o diretor-presidente do grupo CCR, Harold Peter Zwetkoff. O que falta agora é instalação da parte elétrica, catracas de bloqueio e o sistema de telecomunicações.
 
Lá, os trilhos serão diferentes das outras estações e a base por onde os trens vão passar é de concreto e não de lastro de brita, como nas outras estações. De acordo com a concessionária CCR, optou-se por um sistema mais moderno, o LVT (Low Vibration Track), que reduz o ruído e vibração.
Cronograma
A próxima estação a ser entregue é a de Pirajá, que também está em obras. Ela deveria ser entregue este mês, mas só deve ser concluída em junho deste ano. Já a operação vai depender de como vai ocorrer a fase de ajustes dos trens. Lá também ficará o pátio de manutenção de todos os vagões.
 
Segundo Harold Peter Zwetkoff, o cronograma teve que ser alterado por conta da mudança do projeto que incluiu a extensão da linha 1 do metrô até Cajazeiras. "Tivemos que refazer o cronograma, (porque se) decidiu construir o tramo três da linha, até Cajazeiras e, inclusive, a Estação de Pirajá mudou de lugar", disse.
 
Linha 2
O governador também estimou que ainda essa semana seja dado um novo passo para a ampliação do metrô de Salvador, com a liberação do alvará para a construção da linha 2, que passa pela Paralela e vai até o aeroporto.
 
"Esse ano pode se iniciar as obras, espero essa semana ainda dar ordem de serviço na linha 2 e teremos a sequência do trem chegando ao Iguatemi e depois na Paralela", disse Costa. A previsão é de que a linha 2 seja concluída em 2017.
 
O secretário municipal de Urbanismo de Salvador, Silvio Pinheiro, foi procurado pela reportagem para falar sobre a liberação do alvará, mas não foi localizado até a noite da terça-feira (6). Apesar de estar em funcionamento há oito meses, o metrô continua em operação assistida, sem a cobrança da tarifa por conta de um impasse entre a prefeitura de Salvador e o governo do estado.
 
Segundo o governador, a discussão para chegar a um acordo está acontecendo entre os secretários estaduais e municipais, mas ele espera ter um encontro com o prefeito  de Salvador, ACM Neto (DEM).
 
"Nós vamos procurar a prefeitura para resolver definitivamente essa questão da integração. Tem que ser com Bilhete Único, vamos fazer os ajustes finais com o município para que possamos ter a integração", afirmou Rui Costa.
 
O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, foi procurado pelo CORREIO, mas não respondeu até o momento. Enquanto não se chega a um consenso, o metrô vai continuar operando gratuitamente, mas a cobrança deverá acontecer nos próximos meses, segundo o governador, inclusive para que se viabilize a operação do modal.
 
Mesmo sem ainda chegar a um acordo com a prefeitura da capital, o governo do estado quer garantir que haja a integração também quando o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) estiver funcionando no futuro. A expectativa é de que o novo modal seja licitado ainda nesse semestre. O VLT vai funcionar de Paripe até o Comércio, substituindo o atual sistema de trens do Subúrbio.